Nossa História

Nossa História não poderia ser contada se não fosse São Maximiliano Maria Kolbe.

Por Comunidade São Maximiliano Kolbe dia em ASSUNTOS GERAIS

Nossa História
  • Compartilhe com seus amigos
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Jesus ordenou: “Anunciem a Boa Nova...” (Mc 16,15).
Quinze séculos depois o Evangelho chegou à Terra do Sol Nascente.

 

Raimundo Kolbe nasceu em 1894 na Polônia. Quando entrou para a família Franciscana, tornou-se Maximiliano Maria.

Sua formação Cristã foi "finalizada" em Roma, onde fundou o movimento do apostolado mariano chamado Milícia da Imaculada.

Como sacerdote foi professor e empenhou-se a evangelizar através da imprensa. Foi missionário no Japão durante seis anos, voltou para Polônia e assumiu a direção de um grande convento franciscano.

A Polônia foi tomada pelos nazistas com o início da 2ª guerra mundial. Como o Frei Maximiliano, aos olhos dos nazistas, representava um perigo aos seus ideai s, ele foi preso duas vezes, sendo que a prisão definitiva, ocorreu em 1941. Ele foi levado à Varsóvia, e posteriormente, para o campo de concentração de Auschwitz, onde evangelizou os demais presos até a sua morte .

Maximiliano Kolbe não hesitou em doar a vida por um irmão. “Sou um Padre Católico” e quero ficar no lugar desse prisioneiro que foi escolhido por vocês. Ele e mais 9 prisioneiros, despidos, foram empurrados numa pequena, escura e úmida cela, para morrer de fome. Durante 10 dias Frei Maximiliano consolou os outros prisioneiros com muitas orações e cânticos, até na hora da morte de cada um. Após esses dias, como ainda estava vivo, recebeu uma injeção letal. Era o dia 14 de agosto de 1941.

O Frei tinha em mente ser continuamente coisa e propriedade da mãe de Deus, garantindo a capacidade progressiva de doar-se.

  • Compartilhe com seus amigos
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: